São Paulo Spartans anuncia Dutton como coordenador ofensivo para o resto da temporada 2020

Dutton terá a missão de liderar o ataque dos Spartans em 2020. Foto André Vieira/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Na tarde desta sexta-feira (17), a direção do São Paulo Spartans anunciou o ingresso do wideout Patrick Dutton, ex-Vasco Almirantes, para atuar como coordenador ofensivo nos últimos quatro meses e meio da temporada 2020. Além do carioca, o programa paulistano promoveu Luiz Seno Jr. como novo head coach. Seno Jr. substituirá Thiago Diniz.

Saiba como foi a temporada 2019 da BFA 2

Dutton tem passagens pelos programas do Rio de Janeiro: Botafogo Reptiles, Flamengo Imperadores e Vasco Almirantes – por onde jogou pela última vez –, além de liderar e gerenciar a equipe do Rio Football Academy. Já atuou em equipes técnicas como coordenador de wide receivers e unidades de ataque. Também foi recrutado pelo Sada Cruzeiro e Ponte Preta Gorilas.

O acordo com os Spartans é para o resto da temporada 2020. O pouco tempo para instalar um sistema não é um desafio para Dutton.

— Acho que posso acrescentar muito para o time e mudar a cultura para um time vencedor. A melhor forma de evoluir o programa é aproveitar esse tempo de final de quarentena para passar um pouco do conhecimento que aprendi nos colégios e faculdades americanas. Como faço isso da vida, sei exatamente a didática do ensino. Então, acho que não vai ser tão desafiador assim — disse.

Ainda em época de pandemia provocada pela SARS-CoV-2 – o vírus que causa da COVID-19 –, os treinamentos e orientações de Dutton para o roster dos Spartans será feito de forma remota do Rio de Janeiro.

O coordenador aproveitará o tempo para conhecer o plantel para decidir como operar o sistema ofensivo dos paulistanos. A análise do perfil dos jogadores será determinante para a manutenção do sistema instalado por Diniz ou a mescla do que já existe e com novidades.

— Isso a gente vai decidir quando eu puder ter um contato maior com o time e entender como mesclar as duas coisas. Mas, a princípio é entender o plantel e identificar qual tipo de sistema posso implementar — explicou.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment