Sinop Coyotes aplica blowout no Corinthians Steamrollers e ameaça hegemonia do Rio de Janeiro Cariocas

As gurias do Sinop Coyotes comemoram a vitória sobre as paulistas e ameaçam a hegemonia das Cariocas. Foto Coyotes/Divulgação

Este é um ano especial para o Sinop Coyotes. Depois da equipe masculina garantir a vaga na Superliga Nacional com a conquista da Conferência Centro-Oeste e a disputa da final da Liga Nacional contra o Belo Horizonte Eagles, as gurias também fizeram bonito no Campeonato Brasileiro Feminino de Futebol Americano. As meninas encerraram a temporada regular com campanha 2-1 ao atropelar o Corinthians Steamrollers por 58 a 0, em São Paulo. E mais, tem a chance de acabar com a hegemonia das bicampeãs Rio de Janeiro Cariocas. O jogo ocorreu no último sábado (3), pela semana 5 do certame nacional.

Confira a classificação do campeonato feminino



A matilha mato-grossense abriu a contagem logo no primeiro quarto, quando a #97 Luana Caroline Giustti recuperou um fumble dentro da endzone das Steamrollers. Na sequência, a quarterback #9 Larissa Giustti ampliou com um touchdown corrido. Ambos os PATs foram desperdiçados.

No segundo quarto, a running back #43 Paula Tais anotou o terceiro TD das Coyotes. Novamente o special team perdeu o try. 0-18

Na volta o intervalo veio o massacre. As gurias comandadas pelo head coach Douglas Pitbull trataram de amassar a defesa paulistana. A running back #10 Mariele “Gringa” Oliveira ultrapassou a goal line rival após big play numa corrida de 50yd. Paula Tais completou com a conversão de dois pontos. Mais tarde, Larissa aumentou a diferença com o quinto touchdown do time de Mato Grosso, num percurso de 22yd. Larissa conectou Paula Tais para o try. Para finalizar o terceiro período, Mariele correu 10yd para visitar o gol de São Paulo. Larissa passou para a irmã Luana no 2pts conversion.

Com o derradeiro quarto em prosseguimento, Paula Tais encontrou um gap na defesa corinthiana e correu 15yd para marcar o TD. Larissa marcou o try. Para fechar a conta, Luana interceptou a quarterback rival e retornou para pick six. Larrisa finalizou com a conversão de dois pontos. Final 0-58.

O resultado aproxima as estreantes do título inédito do certame feminino. Para isso acontecer, as mato-grossenses precisam torcer por uma vitória magra das Cariocas contra as líderes do Vasco da Gama Patriotas no dia 10 de dezembro, no encerramento da temporada 2016. Uma vitória simples das Patriotas garante o título para as Gigantes da Colina. Se o resultado for por mais de dez pontos para as Cariocas, as mulheres de azul ficam com o tricampeonato.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment