Sorriso Hornets negocia com imports para assumir o backfield em 2021

Oliveira não será mais improvisado como signal caller do Sorriso Hornets. Foto Leandro Strada/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Depois do anúncio do Manaus Futebol Americano sobre o signal caller Edilson Kovaleski para a temporada 2021, o Sorriso Hornets ficou sem um nome para liderar o backfield para o ano que vem. O planejamento da próxima edição terá pela frente um desafio internacional. O presidente do programa Ângelo Santos negocia com dois imports para assumir a titularidade em Sorriso. O dirigente também tem um plano para trazer um segundo estrangeiro, mas que atua no Brasil. Nenhum nome foi revelado.

Saiba como foi a temporada 2019 do BFA
Leia mais sobre a ida de Kovaleski para o Manaus Futebol Americano

A direção aponta que o wideout Diego Oliveira, improvisado na posição na temporada de 2019 do Brasil Futebol Americano (BFA) e que ajudou o programa dos Hornets a atingir os playoffs, não seguirá como quarterback starter.

— Iremos investir em um quarterback de ofício, caso essas negociações não se concretizem, vamos continuar a procura nos Estados Unidos, México e Brasil — disse Santos.

O atual cenário de negociações envolvem dois americanos. Um atua na modalidade de arena football na Florida e o outro é de Kentucky.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment