Timbó Rex força turnovers contra Moore, derrota Tubarões do Cerrado e garante presença no Brasil Bowl

Timbó Rex tem a chance de se tornar o primeiro tricampeão brasileiro. Foto Richard Ferrari/Rex/Futebol Americano Brasil

Pela quarta vez em sua história o Timbó Rex irá disputar uma final nacional. A equipe catarinense venceu os Tubarões do Cerrado por 31 a 6, na tarde de sábado (30), no remodelado Complexo Esportivo de Timbó, em partida válida pela semifinal do Brasil Futebol Americano (BFA). O Rex irá enfrentar no Brasil Bowl o João Pessoa Espectros, que venceu o Galo Futebol Americano por 20 a 7 na outra semifinal. Este jogo está agendado para o dia 14 de dezembro, com mando de campo do programa de Santa Catarina.

Saiba como estão os playoffs do BFA

A partida iniciou com o time de ataque Rex em campo. Porém, em uma corrida já próximo a endzone adversária, a defesa dos Tubarões do Cerrado forçou um fumble, recuperando a bola e colocando seu ataque em campo. No primeiro quarto tivemos um predomínio das unidades de defesa, deixando o placar zerado até o segundo quarto de partida.

O jogo começou a ganhar mais emoção em um punt da equipe do Distrito Federal, onde o retornador do Rex acabou batendo na bola mas não teve seu controle, o que configura bola viva. O time de especialistas dos Tubarões acabou recuperando a posse de bola a meia jarda da endzone, deixando o ataque em ótima posição de campo.

O quarterback americano #5 Jordan Moore tentou uma corrida e, antes de marcar o touchdown, sofreu um fumble e a bola foi recuperada pelo cornerback #15 Pujoni, que retornou até a linha de 40 jardas do campo de ataque.

No primeiro snap após do turnover, o signal caller #7 Luiz Carlos Bassani conectou um passe para o wide receiver #4 Guilherme Meurer que, contando com lead blocks e quebra de tackles, correu até a meta rival para marcar o primeiro touchdown do jogo. O placekicker #8 Diego Boddenberg completou com o PAT.

Antes do intervalo, os mandantes conseguiram segurar o ataque adversário e ainda ampliar a vantagem no marcador com um field goal de Boddenberg e com o touchdown do wide receiver #6 Ian, deixando a vantagem em 17 a 0.

Antes do encerramento do primeiro tempo, a equipe visitante chegou a estar na redzone e teve chances de diminuir a desvantagem no placar, mas novamente a defesa timboense forçou um fumble contra Moore.

Depois do intervalo, o jogo repetiu o primeiro quarto, onde as defesas se sobressaíram aos ataques. O placar só foi modificado novamente no último quarto quando o fullback #40 Bruno Francisconi correu para a touchdown, contando com o ponto extra de Boddenberg para colocar 24 a 0 no placar.

O ataque do Tubarões do Cerrado voltou a provar a força da defesa timboense que forçou um novo fumble de Moore, recuperando a bola e colocando o time de ataque novamente em campo. Após conquistar território, coube ao running back #23 Clair José correr até a endzone e marcar o quarto touchdown do Rex na partida. Boddenberg confirmou o ponto extra para colocar 31 pontos de vantagem no marcador.

Os Tubarões do Cerrado conseguiram descontar no placar com um touchdown anotado em uma corrida de Moore, sem conversão do try de dois pontos. Final 31-6.

Com a vaga garantida no Brasil Bowl, a decisão também marcará a disputa pela hegemonia do futebol americano brasileiro: as duas equipes têm dois títulos nacionais e o vencedor de 2019 será o primeiro tricampeão brasileiro.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment