Dirigentes do Manaus Futebol Americano visitam instalações do Timbó Rex para aprender modus operandi do programa catarinense

Array

Dirigentes do Manaus Futebol Americano visitam instalações do Timbó Rex para aprender modus operandi do programa catarinense

Tempo aproximado de leitura:1 minutos, 53 segundos

Takahashi (esq) recebe Silva (c) e Hurtado na sede do Timbó Rex. Foto Richard Ferrari/Rex/Futebol Americano Brasil

No último dia 13 de agosto, uma comitiva com representantes do Manaus Futebol Americano visitou as instalações do Timbó Rex. A iniciativa do programa manauara era para estabelecer conexões com a equipe catarinense e entender os processos administrativos e desenvolvimento do projeto T-Rex Sports Academy. A comitiva da equipe amazonense foi formada por Renner Silva e Andrés Camilo Hurtado, dirigentes do Manaus Futebol Americano.

Saiba como foi a temporada 2019 do BFA

Durante o período em Timbó, eles se reuniram com diferentes membros da diretoria do Rex para conhecer alguns aspectos do dia-a-dia do clube.

— O Rex hoje é referência dentro do campo esportivo, de formação de atletas e de marketing dentro do futebol americano no Brasil. Viemos até a casa do Timbó Rex para ver de perto como isso acontece e, aos poucos, aplicar os mesmo valores no Manaus Futebol Americano — explicou Silva.

Silva também comentou sobre como o programa manauara sofreu mudanças após a temporada 2020.

— Desde 2020, o nosso projeto de futebol americano vem sofrendo uma mudança muito grande. Identificamos que o nosso time precisava de uma mudança na parte técnica e de gestão, por isso, buscamos reforçar essas áreas de nosso clube. Hoje temos mais pessoas na diretoria e também novos nomes na comissão técnica, com objetivo de melhorar o nosso desempenho nos jogos — disse.

Hurtado apontou um dos obstáculos para alavancar o programa no Amazonas e reconhece que uma das dificuldades do time é criar uma identidade própria com os colaboradores, fator que já existe em Timbó.

— Uma de nossas dificuldades é criar uma identidade dos atletas com o projeto. Nós percebemos que no Rex isso existe e é presente no dia-a-dia. Assim que o jogador desembarca em Timbó, ele se torna parte do clube, veste a camisa. Queremos que isso se torne normal em nosso clube também — comentou.

Além deste momento de conhecer as instalações do Rex em Timbó e ter reuniões com membros da diretoria do clube, a parceria entre as duas instituições terá novos capítulos. Ainda em 2021, um amistoso entre os dois times será realizado e uma clínica com os técnicos também acontecerá neste ano.

Sobre o autor


Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA


Happy

Happy

0 %


Sad

Sad

0 %


Excited

Excited

0 %


Sleepy

Sleepy

0 %


Angry

Angry

0 %


Surprise

Surprise

0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
 
0%
4 Star
 
0%
3 Star
 
0%
2 Star
 
0%
1 Star
 
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *












Related articles

Comments

Share article

Latest articles

Newsletter

Subscribe to stay updated.