January 18, 2022
Brown Spiders Futebol Americano/Futebol Americano Brasil

Com 20 anos de história, Brown Spiders Futebol Americano viveu a transformação do FABR

Tempo aproximado de leitura:3 minutos, 38 segundos

No dia 25 de novembro, o Brown Spiders Futebol Americano completou 20 anos de história. Nesse período, a equipe viu e viveu, várias mudanças importantes no cenário do futebol americano praticado no Brasil. Do início no pads, da compra dos primeiros equipamentos, das glórias do passado e da expectativa para o futuro. Qualquer conversa sobre a história do gridiron brasileiro cita o nome da equipe.

Confira todas as notícias sobre os Brown Spiders publicadas no Futebol Americano Brasil

Equipe que começou como Curitiba Brown Spiders, fazendo alusão à um perigo real na vida do curitibano. Qualquer criança que cresceu na capital paranaense já ouviu dos pais a importância de bater os sapatos antes de calçá-los a fim de derrubar qualquer aranha-marrom que possa ter entrado por ali. Afinal, sua picada pode ser fatal.

No período no pads, os Brown Spiders foram implacáveis e eram a grande força a ser batida. O Joinville Panzers, em Santa Catarina, era o grande rival, uma vez que ambas as equipes eram reconhecidas pela sua qualidade. Sei de uma ou duas partidas disputadas entre as equipes, mas nenhuma delas chegou ao fim: discussões e brigas extracampo interrompiam a partida, sem consagrar um vencedor.

Nesse contexto foram disputados alguns Sul Bowls, torneio no pads entre equipe do Paraná e Santa Catarina. Os Spiders venceram uma edição, em que os Panzers decidiram não mais entrar em campo. Os Panzers venceram uma edição, em que os Spiders decidiram não mais entrar em campo. A rivalidade ali era realmente pulsante.

Com o surgimento dos Crocodiles, em 2004, nascia um grande rival na cidade e ele vinha praticamente de dentro da equipe. Reza a lenda que os fundadores do Croco fez um treino com os Spiders e não foram muito bem recebidos, motivando os garotos a fundar sua própria equipe. A verdade é que os Spiders eram assim: treinavam duro, jogavam duro. E venciam. “Todo poderoso Spiders”, era o que cantavam os atletas antes das partidas.

A decisão de dar o próximo passo no desenvolvimento do futebol americano em solo brasileiro veio da diretoria o time, no fim de 2007. Seriam comprados equipamentos e a equipe, a partir dali, só jogaria equipada. No pads seria o passado, full pads, o futuro. Os Brown Spiders seriam o futuro. A própria diretoria ajudou outras equipes a importar capacetes e shoulders, entre elas o Curitiba Hurricanes e Barigui Crocodiles. Foi quase um ano de treinos, resultando no histórico 25 de outubro de 2008, a primeira partida full pads da história do País. Ali, em 2009, a rivalidade estava no seu ápice. Os Crocodiles cresciam a cada partida e chegavam cada vez mais perto do nível do rival. Mas, a vitória ficou com os aracnídeos. O primeiro touchdown também, com passe do quarterback Maycon.

Os anos seguintes, porém, não foram tão bons. Ainda assim, o time continuava cedendo atletas para a Seleção Brasileira, tendo inclusive atleta convocado para a IFAF World Championship em 2015. No fim de 2014, a fusão com o UFPR Legends sacudiu tão forte as fundações da equipe que a fez, inclusive, mudar de nome. Num primeiro momento, a parceria com a UFPR foi mantida e, depois, a equipe passou a se chamar Brown Spiders Futebol Americano. Uma mudança sutil, mas com uma mensagem importante: na união, a origem da nossa força. O novo lema da equipe, descrevia a fusão muito bem.

Após alguns anos brigando, 2017 ficou marcado pelo ano em que os aracnídeos foram rebaixados ao Brasil Futebol Americano 2 (BFA 2) nacional. Alguns dizem que não era para ser, outros que aconteceria uma hora ou outra. A verdade é que foi preciso uma crise grave para arrumar a casa. Logo no ano seguinte a equipe conquistou o Pinhão Bowl, primeiro troféu da era full pads, e ainda iniciou o projeto do Brown Spiders Football School. Tendo ela como base, a equipe foi campeã da divisão de acesso em 2019 em uma partida incrível, com direito a field goal para vitória e um roteiro de cinema. A volta à elite, porém, foi atrasada por conta da pandemia e deve acontecer apenas em 2022.

Nesses 20 anos, muita coisa mudou no futebol americano jogado no Brasil. Equipes deixaram de existir e novas surgiram, campeonatos nacionais com vários nomes e fórmulas, brigas, rivalidades. Poucas coisas se mantiveram nessa história, uma delas são os Brown Spiders.

Sobre o autor

Leonardo Siqueira

Jornalista. Produtor de conteúdo no Futebol Americano Brasil. Assessor de Imprensa da Federação Paranaense de Futebol Americano
Happy
Happy
67 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
33 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *