May 21, 2022
Tonic alia futebol americano e card game. Foto Toinc/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Com proposta ousada, Toinc traz o futebol americano para o universo dos card games

Tempo aproximado de leitura:2 minutos, 26 segundos

Tonic alia futebol americano e card game. Foto Toinc/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Não é uma tarefa simples adaptar um esporte jogado nos campos para outras mídias. O vídeo game tende a ser o mais imersivo e talvez até mais simples meio de adaptação, mas os card games vem conquistando cada vez mais público no Brasil e também podem preencher essa lacuna. Assim, o Toinc, card game de futebol americano criado por Maicris Fernandes, curitibano e professor da PUCPR, surge como opção.

Confira a classificação do Campeonato Paranaense

É importante notar que não é um jogo fácil de entendimento, pelo menos no começo. Assim como o futebol americano praticado nos gramados, Toinc tem seu maior calcanhar de Aquiles no livro de regras. São muitos detalhes e minúcias que tentam prever situações diferentes e dar ao jogador as saídas que ele vai precisar.

Porém, uma vez que essa barreira cai, o jogo se torna muito divertido. Como experiência própria, posso afirmar que um conhecimento prévio das regras do próprio esporte já é te garante um bom começo no entendimento das mecânicas do jogo.

Quando recebi a notícia sobre o Toinc e a missão de escrever essa resenha, me deparei imaginando o quão difícil seria a missão de adaptação e como o jogo poderia acontecer, mas confesso que mesmo assim fui surpreendido. As mecânicas de compra de cartas e tomada de decisão são interessantes e criam um ar competitivo. É possível encontrar no site http://www.toinc.com.br/ vídeos simulando jogadas e explicando as regras, o que facilita e muito a vida do jogador iniciante.

Um novo jogador precisa entender que, no primeiro momento, o jogo vai demorar a fluir. Isso porque é preciso ter algumas tabelinhas para calcular distância de um punt ou de um field goal, por exemplo, ou para que cada rodada tenha seu desfecho. Mas me arrisco a dizer que ao longo do tempo isso não seja mais necessário, uma vez que os valores tabelados são simples e fáceis de decorar. O uso contínuo e as horas de jogo devem facilitar este processo.

Eu recebi a versão de protótipo para teste, o que significa que ainda é uma versão não finalizada do material, e mesmo assim o jogo é muito bonito. Fica claro, ao pegar as cartas, que um papel mais grosso deve ser a escolha final do produto, que está em financiamento coletivo no Catarse https://www.catarse.me/toinc#about. Ainda assim, as artes são bem legais e o produto é feito com carinho e esmero.

Em resumo, Toinc é um bom entretenimento para os amantes da bola oval e pode ser jogado em qualquer lugar, uma vez que o tabuleiro é simples e de fácil manuseio. O desenvolvedor ainda informa que, no futuro, existe a possibilidade de adaptar as equipes padrões do jogo por equipes reais, o que pode gerar ainda mais diversão ao público do futebol americano praticado no Brasil.

Sobre o autor

Leonardo Siqueira

Jornalista. Produtor de conteúdo no Futebol Americano Brasil. Assessor de Imprensa da Federação Paranaense de Futebol Americano
Happy
Happy
100 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *